9 benefícios do Kefir para a saúde

Kefir originou-se de partes da Europa Oriental e do sudoeste da Ásia. O nome é derivado da palavra turca keyif, que significa “sentir-se bem” depois de comer .

As bactérias do ácido lático transformam a lactose no leite em ácido lático, portanto, o kefir tem azedo como iogurte, mas tem uma consistência mais fina.

É rico em nutrientes e probióticos, sendo incrivelmente benéfico para a digestão e a saúde intestinal.

Aqui estão os 9 benefícios do kefir à saúde, baseado em pesquisas:

  1. Kefir é uma fonte fantástica de muitos nutrientes

Kefir é uma bebida fermentada, tradicionalmente feita com leite de vaca ou leite de cabra.

É feito adicionando “grãos” de kefir ao leite. Estes não são grãos no sentido convencional, mas culturas de bactérias de levedura e ácido lático que se assemelham a uma couve-flor.

Durante um período de 24 horas ou mais, os microorganismos do kefir se multiplicam e fermentam os açúcares no leite, transformando-o em kefir. Em seguida, os grãos são separados do líquido através de uma peneira,  e podem ser usados ​​novamente, o líquido  resultante é a bebida chamada de kefir, mas os grãos de kefir são o “kit inicial” que você usa para produzir a bebida.

Uma dose de 175 ml de leite kefir contém :

Proteína: 6 gramas.

Cálcio: 20% da RDA.

Fósforo: 20% do RDA.

Vitamina B12: 14% da RDA.

Riboflavina (B2): 19% da RDA.

Magnésio: 5% da RDA.

Uma quantidade considerável de vitamina D.

Tem cerca de 100 calorias, 7-8 gramas de carboidratos e 3-6 gramas de gordura, dependendo do tipo de leite que é usado.

Kefir também contém uma grande variedade de compostos bioativos, incluindo ácidos orgânicos e péptidos que são benefícios à saúde.

As versões sem leite de kefir podem ser feitas com água de coco, leite de coco ou outros líquidos doces. Estes não terão o mesmo perfil nutricional que o kefir baseado em produtos lácteos.

  1. Kefir é um probiótico mais poderoso que o iogurte

Conhecidos como probióticos, esses microorganismos podem influenciar a saúde de várias maneiras, incluindo digestão, controle de peso e saúde mental .

O iogurte é o alimento probiótico mais conhecido na dieta ocidental, mas o kefir é realmente uma fonte muito mais potente.

Os grãos de Kefir contêm cerca de 30 cepas de bactérias e leveduras, tornando-se uma fonte probiótica muito rica e diversificada, já outros  produtos lácteos fermentados são feitos de muito menos cepas e não contêm leveduras.

  1. Kefir possui potentes propriedades antibacterianas

Certos probióticos do kefir protegem contra infecções, isso inclui o probiótico Lactobacillus kefiri, que é exclusivo do kefir. Estudos mostram que este probiótico pode inibir o crescimento de várias bactérias nocivas, incluindo Salmonella, Helicobacter Pylori e E. coli.

Kefiran, um tipo de hidrato de carbono presente no kefir, também possui propriedades antibacterianas.

  1. Kefir pode melhorar a saúde óssea e reduzir o risco de osteoporose

Osteoporose é caracterizada pela deterioração do tecido ósseo e é um problema enorme nos países ocidentais. É especialmente comum entre as mulheres idosas, e aumenta drasticamente o risco de fraturas.

Assegurar uma ingestão adequada de cálcio é uma das formas mais eficazes de melhorar a saúde óssea e retardar a progressão da osteoporose.

O Kefir feito de leite não é apenas uma ótima fonte de cálcio, mas também de vitamina K2. Este nutriente desempenha um papel central no metabolismo do cálcio, estudos demonstraram uma redução do risco de fraturas em até 81%.

Estudos recentes em animais demonstraram que o kefir pode aumentar a absorção de cálcio por células ósseas. Isso leva a uma maior densidade óssea e ajuda a prevenir fraturas.

 

  1. Kefir pode proteger contra o câncer

O câncer é uma das principais causas de morte do mundo. O câncer ocorre quando existe um crescimento descontrolado de células anormais no corpo, como um tumor.

Acredita-se que os probióticos em produtos lácteos fermentados inibam o crescimento tumoral através da redução da formação de compostos cancerígenos, bem como pela estimulação do sistema imunológico.

 

Um estudo descobriu que o extrato de kefir reduziu o número de células de câncer de mama humano em 56%, em comparação com apenas 14% para o extrato de iogurte.

Há alguns estudos com animais que demonstraram que o kefir pode inibir o crescimento de células cancerosas,porém não há estudos em humanos.

  1. Os probióticos podem ajudar nos problemas digestivos

 

Probióticos como o kefir podem ajudar a restaurar o equilíbrio das bactérias saudáveis ​​do intestino. É por isso que eles são altamente eficazes para muitas formas de diarréia.

Há também muitas evidências de que os probióticos e os alimentos probióticos podem ajudar com todos os tipos de problemas digestivos. Isso inclui síndrome do intestino irritável (IBS), úlceras causadas por infecção por H. pylori e vários outros. Por este motivo, o kefir pode ser útil se você tiver problemas com a digestão.

 

  1. Kefir é geralmente bem tolerado por pessoas que são intolerantes à lactose

 

Os alimentos lácteos contêm um açúcar natural chamado lactose. Para muitas pessoas, especialmente adultos, são incapazes de quebrar e digerir adequadamente a lactose. Esta condição é chamada de intolerância à lactose.

As bactérias do ácido láctico em produtos lácteos fermentados (como kefir e iogurte) transformam a lactose em ácido lático, então esses alimentos são muito mais baixos em lactose do que o leite. Eles também contêm enzimas que podem ajudar a quebrar a lactose ainda mais.

Por isso, o kefir é geralmente bem tolerado por pessoas com intolerância à lactose, pelo menos quando comparado ao leite regular.

Também é possível fazer kefir 100% sem lactose, usando água de coco, suco de frutas ou algum outro fluido não lácteo.

 

  1. Kefir pode melhorar os sintomas de alergia e asma

 

As reações alérgicas são causadas por respostas inflamatórias contra substâncias ambientais inofensivas. As pessoas com um sistema imunológico excessivamente sensível são mais propensas a alergias, o que pode provocar condições como a asma.

 

Em estudos com animais, o kefir mostrou suprimir as respostas inflamatórias relacionadas à alergia e asma. Estudos humanos são necessários para explorar melhor esses efeitos.

 

  1. Kefir é fácil de fazer em casa

 

O último não é um benefício para a saúde, mas importante.

Você pode comprar grãos de kefir em algumas lojas de alimentos saudáveis ​​ou pela internet.

 

Para fazer o kefir o processo é muito simples:

Coloque 1-2 colheres de sopa de grãos de kefir em uma jarra de vidro e limpa. Quanto mais você usa, mais rápido ele irá cultivar.

Adicione cerca de 2 xícaras de leite, de preferência orgânico ou mesmo cru. O leite de vacas alimentadas com pasto é mais saudável. Deixe uma polegada de espaço no topo da jarra.

Coloque a tampa e deixe por 12 a 36 horas, à temperatura ambiente. É isso aí.

Então você suavemente retira o líquido e deixa para trás os grãos de kefir originais.

Agora, coloque os grãos em uma outra jarra com um pouco de leite, e o processo começa de novo.

Você pode substituir o leite por água filtrada e açúcar mascavo, o processo é o mesmo.

OBSERVAÇÃO:

  • Não utilize peneiras ou talheres de metal,
  • Lave bem os utensílios usados para que não haja resíduos de cloro ou produtos químicos,
  • Se for preparar o Kefir com água, utilize sempre água filtrada ou mineral, pois as substâncias como o cloro podem matar as bactérias do Kefir. O açúcar não pode ser refinado.

Delicioso, nutritivo e altamente sustentável.

Deixe um Comentário

* Indicar Campos Obrigatórios