A empresa mais velha do mundo é japonesa

 

 

No Brasil onde mais da metade das empresas abertas não conseguem sobreviver mais do que 5 anos, falar que uma empresa tem mais de um século é algo incrível, agora imagine uma empresa que conseguiu sobreviver por mais de 1000 anos?

A empresa japonesa Kongō Gumi Co. Ltd. (株式会社金剛組, Kabushiki gaisha Kongō Gumi) foi uma empresa construtora japonesa, considerada a mais antiga companhia independente do mundo, que operou por mais de mil e quatrocentos anos até ser adquirida como subsidiária pelo Takamatsu Construction Group em 2006, sim essa empresa existiu desde de a idade média até o século XXI. Com sede em Osaka, esta empresa familiar foi fundada em 578, quando o príncipe Shōtoku Taishi trouxe vários membros da família Kongō de Baekje ao Japão, para construir o templo budista Shitennō-ji, onde decidiram criar o seu próprio negócio. Ao longo dos séculos, Kongō Gumi participou na construção de muitos edifícios famosos, incluindo o Castelo de Osaka do século XVI.

Um pergaminho de três metros de comprimento do século XVII retrata as quarenta gerações da família que remontam ao começo da empresa. Assim como acontece com muitas famílias japonesas ilustres, os genros muitas vezes se uniam ao clã e assumiam o apelido Kongō. Assim, ao longo dos anos, a linhagem continuou quer através dos filhos, quer através das filhas.

A empresa declarou falência em janeiro de 2006 e foi comprada pelo Takamatsu Construction Group. Antes de entrar em liquidação, a empresa tinha mais de cem funcionários e um faturamento anual de 7,5 mil milhões de ienes (cerca de setenta milhões de dólares) em 2005. Era especializada na construção dos templos budistas e o seu último presidente foi Masakazu Kongō, o quadragésimo Kongō que dirigiu a empresa. Em dezembro de 2006, Kongō Gumi continuou a operar como uma subsidiária integral do Takamatsu.

 

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Kong%C5%8D_Gumi

 

Deixe um Comentário

* Indicar Campos Obrigatórios