Misterioso espetáculo na Baía de Toyama

Todos os anos, entre março e junho, a 14 km da costa do Japão na Baía de Toyama é iluminada por um show de luzes azuis eletrizante. É um fenômeno natural, causado por milhares de cefalópodes (lulas) bioluminescentes conhecidos como Glowing Firefly (termo em inglês). Estas criaturas fascinantes normalmente vivem 1.200 pés no fundo do mar, mas são empurradas para a superfície por ondas durante a temporada Hotaru Ika (lula vagalume ).

Hotaru Ika (ほたるいか), ou Watasenia scintillans, tem cerca de 8cm de comprimento e coberta com fotóforos. Grandes fotóforos estão presentes em torno de seus olhos e nas pontas dos seus tentáculos, enquanto minúsculos fotóforos cobrem todo o corpo. Estes fotóforos contêm substâncias químicas que produzem luz que são responsáveis ​​pela bioluminescência da lula.

A chegada dos Hotaru Ikas cria uma atmosfera festiva ao longo da costa, é quase como um encontro anual de milhões de lulas coordenando suas luzes azuis cintilantes. As lulas vêm à superfície durante a noite para fertilizar e soltar seus ovos na baia de Toyoma, nessa época  milhares de turistas são atraídos para a região, para assistirem esse belo espetáculo da natureza.

O museu Hotaru Ika no porto de pesca Namerikawa, na prefeitura de Toyama, é o único museu do mundo dedicado à lula vaga-lume. O museu realiza passeios guiadas a cada ano, entre março e maio. Barcos turísticos partem do porto logo após 3:00, fazendo uma curta jornada para as redes fixas localizado a cerca de 1 a 2 km da costa.

O museu também tem exposições interativas e um centro de pesquisa que estuda o comportamento de acasalamento lulas e técnicas de pesca sustentáveis. Há um restaurante na cobertura que oferece uma bela vista da baía de Toyama, e serve iguarias como tempura de Hotaru Ika. A loja de presentes dispõe de lula em pó, em lata, e variedades cristalizadas.


Fonte: http://www.bbc.com

Deixe um Comentário

* Indicar Campos Obrigatórios