Conheça os benefícios do Tofu

tofu


Tofu (em japonês: 豆腐, tōfu) é um alimento produzido a partir da soja. Tem uma textura firme parecida com a do queijo, sabor delicado, cor branca cremosa e apresenta-se sob a forma de um cubo branco. É originário da China, mas muito comum também na alimentação japonesa e coreana. O processo de fabricação a partir do leite de soja, é muito similar ao do queijo fabricado a partir de leite, tendo também a mesma consistência. É por isso também conhecido por queijo de soja. Tem um sabor suave, e por isso é geralmente usado em receitas relativamente simples. Na culinária asiática o tofu é usado em todo o tipo de receitas, tanto doces como salgadas.
Tofu, feito de coalhada de soja, é naturalmente sem glúten e de baixa caloria, não contém colesterol e é uma excelente fonte de proteína, ferro e cálcio.

Inúmeros estudos têm sugerido que o aumento do consumo de alimentos de origem vegetal, como tofu, diminui o risco de obesidade e mortalidade em geral, diabetes, doenças do coração e deixa o
cabelo e a pele saudável e aumenta a vitalidade.

Estudos recentes têm mostrado que, devido às suas grandes quantidades de isoflavonas, o consumo de tofu está associado com o menor risco de doenças relacionadas com o estilo de vida, tais como:


1) A doença cardiovascular

O consumo de tofu como uma alternativa à proteína animal reduz os níveis de colesterol LDL, que por sua vez diminui o risco de aterosclerose e hipertensão arterial.


2) O câncer de mama e de próstata

A genisteína, a isoflavona predominante na soja, contém propriedades antioxidantes que inibem o crescimento do câncer. Quantidades moderadas de alimentos de soja não afetam o crescimento do tumor ou o risco de desenvolver câncer de mama nas mulheres. Na verdade, pelo menos, 10 mg de soja por dia pode diminuir a recorrência de câncer de mama em 25%.

3) diabetes tipo 2

As pessoas que sofrem de diabetes tipo 2 muitas vezes sofrem de doença renal, fazendo com que o corpo a excrete uma quantidade excessiva de proteína na urina. Evidências de um estudo recente indicou que aqueles que consumiram unicamente proteína de soja em sua dieta excretaram menos proteínas do que aqueles que consumido apenas proteínas animais.


4) A osteoporose

As isoflavonas de soja são conhecidos pela redução da perda óssea e o aumento da densidade mineral do osso durante a menopausa, e também têm sido relatados a redução de  outros sintomas da menopausa.


5) Os danos ao fígado

Estudos sugeriram que o tofu de todos os tipos que foram coalhado com vários coagulantes podem ser utilizado para prevenir danos no fígado causada por radicais livres.


6) doenças do cérebro relacionadas com a idade

Com base em dados epidemiológicos geográficas, observou-se que as populações que consomem quantidades maiores de soja têm, em geral, menor incidência de desordens mentais relacionadas com o envelhecimento.

Perfil nutricional de tofu

Meia xícara de tofu contém 94 calorias, 2 gramas de carboidratos, 5 gramas de gordura e 10 gramas de proteína.

Tofu fornece 44% das necessidades diárias de cálcio, 9% de magnésio, e 40% de ferro e também contém pequenas quantidades de vitamina K, tiamina, riboflavina, niacina, vitamina B-6, ácido fólico, colina, fósforo, selênio e magnésio.

A soja é o componente primário de tofu e é uma fonte completa da proteína dietética, fornecendo todos os aminoácidos essenciais necessários na dieta. A soja também são ricos em gorduras poli insaturadas saudáveis, especialmente o ácido ômega-3 alfa-linolênico.

As isoflavonas (um tipo de composto chamado fitoestrogénios) em alimentos de soja têm sido associados a uma diminuição do risco de osteoporose, enquanto que o cálcio e magnésio na soja pode ajudar a diminuir os sintomas da TPM, regula o açúcar no sangue e preveni a enxaqueca.

Possíveis riscos em consumir alimentos de soja têm sido fortemente debatida recentemente, especialmente as que se referem ao tema do câncer de mama. Não há provas suficientes de ensaios clínicos em humanos para comprovar a alegação de que as isoflavonas da soja contribuem para o risco de câncer de mama.

A controvérsia entre o estudo da soja e o câncer começou apenas para um tipo específico de câncer de mama (receptor de estrogênio positivo). Alguns estudos iniciais sugeriram o possível aumento do crescimento de tumores em ratos com um alto consumo de soja. Os cientistas constataram  através de pesquisas  mais  recentes, que os ratos metabolizam a soja completamente diferente dos seres humanos, tornando os estudos anteriores inválido.

Agora sabemos que quantidades moderadas de alimentos de soja não afetam o crescimento do tumor ou o risco de desenvolver câncer de mama na mulher. Na verdade, pelo menos, 10 mg de soja por dia pode diminuir a recorrência de câncer de mama em 25%.

Os resultados dos testes em animais têm sugerido também que existe uma correlação positiva entre o crescimento do tumor e o grau de processamento do produto que contém a isoflavona . Portanto, é melhor consumir tofu de soja e outros alimentos que tenham sido submetidos a quantidades mínimas de processamento.

Se você tem uma preocupação com o consumo de soja geneticamente modificada (transgênicos), escolha os produtos sem soja transgênica.

Fonte: https://pt.wikipedia.org
http://www.medicalnewstoday.com (escrita por 

Deixe um Comentário

* Indicar Campos Obrigatórios